Agora falemos um pouco sobre o mundo Microsoft. Há inúmeras carreiras que podem ser seguidas na gigante de Redmond. A certificação MCP (Microsoft Certified Professional) é a porta de entrada para o mundo Microsoft. Há basicamente quatro áreas a serem seguidas. Temos a área de Redes (com as certificações de segurança e sistemas operacionais para servidores), a área de Banco de Dados (com destaque ao SQL Server), a área de suporte ao sistemas operacionais Microsoft e a área de Desenvolvimento – com destaque para a certificação C#.

Temos carreiras bem definidas como MCSA (Microsoft Certified System Administrator) e MCSE (Microsoft Certified System Engineer). Para seguir essas carreiras e adquirir o título é necessário realizar um conjunto de provas. A MCSA é composta de quatro exames, dois de core, um de client e um de messaging. Esta certificação atesta que o detentor possui conhecimentos em administração de ambientes Microsoft.

Ja o MCSE é composto de sete exames, quatro de core, um de client, um de core design e um eletivo. Esta certificação atesta que o detentor do título possui capacidade de desenhar e implementar soluções de negócios em ambientes Microsoft.

Mais informações no site brasileiro da Microsoft.

Outro tipo de certificação que está bastante em alta são as certificações da área de gestão – com destaque para BI (Bussiness Inteligence), ITIL (Information Technology Infraestructure Library) e COBIT (Control Objectives for Information and related Technology).

Essas certificações conferem ao detentor do título habilidades para gerenciar as tarefas e ambientes de TI. Elas são indicadas para quem já possui experiência na área. Algumas delas exigem que está experiência seja comprovada.

Pessoas que já trabalharam algum tempo na área técnica e desejem melhorar a carreira assumindo cargos de gerência e liderança são extremamente indicadas para adquirir esse tipo de certificação.

Para finalizar, gostaria de falar sobre as certificações das áreas que mais me atraem. São elas a área de redes e a área de segurança.

Um pouquinho de história… Eu dei meus primeiros passos na área de inforática em meados de 2005 através de um curso de Manutenção de Computadores. Nesta oportunidade eu visita a biblioteca do SENAC Ceará e fui lendo um pouco a respeito de cada área da informática.

Lembro-me de algumas que me chamaram um certa atenção – como Linguagem C e C++. Lembro-me de outras nas quais nem entendi do que se tratavam – como UML, Cobol e Fortran.

Meu primeiro contato com a área de redes foi o livro de Redes do Gabriel Torres. Fiquei fascinado com a oportunidade de saber como as máquinas se interligam através de redes. De lá para cá, também descobri a área de segurança – que também me deixou bastante fascinado. Nos próximos parágrafos irei falar um pouco sobre as certificações destas duas áreas – que me fascinam tanto.

Não poderia iniciar sobre as certificações de redes sem falar de Cisco – a líder mundial no segmento de redes. A Cisco evoluiu bastante e hoje possui inúmeras carreiras a serem seguidas.

Há algum tempo, para se iniciar no mundo Cisco era necessária a certificação CCNA (Cisco Certified Network Associate). No final do ano passado essa prova sofreu uma modificação e foi divida em duas possivéis provas – o que não impede que se faça apenas a CCNA.

A nova possibilidade ICND (Interconect Cisco Network Devices) é composta de duas provas que possuem o intuito de facilitar a vida de quem vai tirar CCNA, a medida que divide o conteúdo em duas provas.

Logo a seguir, temos a CCNP (Cisco Certified Network Professional), que é composta de quatro provas. Para finalizar nessa vertente, a Cisco disponibiliza a CCIE (Cisco Certified Internetwork Expert) e que é composta de duas provas – uma teórica e uma prática. Quem alcança o título de CCIE conta com uma grande chance de ir trabalhar na própria Cisco.

Há outras carreiras a serem seguidas no mundo Cisco – são as carreiras de design ou specialist. Por exemplo, temos a  de design, que necessita das provas CCDA (Cisco Certified Design Associate) e CCDE  (Cisco Certified Design Expert).

Nas carreiras specialist temos a CCVP (Cisco Certified Voice Professional) que necessita de seis exames para que o candidato receba o título e confere habilidades para implementar e manter a telefonia VoIP (Voice over IP).

Outra carreira specialist é a CCSP (Cisco Certified Security Professional) e finalizando temos as carreiras wireless – com a carreira CWNA (Cisco Wireless Network Administrator).

Qualquer carreira Cisco permite que o profissional turbine sua carreira ou comece a trilhar um futuro mais promissor.

Finalizando, espero ter ajudado a esclarecer mais sobre as certificações existentes na área de TI. Qualquer dúvida podem me contactar pelo e-mail osvaldofilho@larces.uece.br.

Boa sorte a todos e até semana que vem!

Anúncios