A consultoria ABI Research estima que o mercado global de IPTV crescerá, anualmente, cerca de 32% nos próximos seis anos. No fim de 2014, haverá aproximadamente 79 milhões de assinantes deste tipo de serviço em todo o mundo.

Segundo as tendências, tecnologias de TV por assinatura (cabo e satélite) sofreram uma desaceleração nos próximos anos a medida que o IPTV avance.

Serene Fong, analista de indústria da ABI Research, observa que algumas operadoras de telecomunicações – que vêm encarando margens cada vez mais estreitas – estão desenvolvendo tecnologias de acesso em alta velocidade para desafiar operadoras de cabo e de satélite.

Essa tendência é causada pelo aumento da largura de banda disponível e a redução de custo do contrato desse serviço. Assim, cada vez mais usuários estarão aderindo serviços multimídia.

Para Serene, a adoção, inicialmente, ficará concentrada em países onde a banda larga está estabelecida, como França, Holanda, Coréia do Sul e Hong Kong. Assim que  a tecnologia progrida e ganhe maturidade, países em desenvolvimento, como China, rapidamente ganharão impulso no número de assinantes.

Embora o crescimento do IPTV seja significativo, segundo analistas, esta tecnologia não substituirá as tecnologias já consolidadas.

Anúncios